Centros tecnológicos: onde a inovação acontece

Minas, que já abriga importantes parques tecnológicos, prepara a implantação de novos projetos em Juiz de Fora, Lavras e Uberaba.


Especial Minas Gerais

Silas Scalioni

A inovação se consolida, cada vez mais, como o principal fator produtivo e de competitividade de empresas, organizações e economias. Várias esferas de governo têm incentivado a interação entre empresas e instituições de ensino e pesquisa, por meio de políticas públicas de apoio à inovação. É o que se convencionou chamar de tríplice hélice. “Nesse sentido, os parques tecnológicos, um dos pontos mais importantes da vida científica do estado, ganham ainda mais destaque como ambientes propícios ao desenvolvimento tecnológico”, afirma João Gilberto Pires Coelho, gestor em ciência e tecnologia da Superintendência de Inovação Tecnológica da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes).

Coelho explica que esses parques, entre várias funções, estimulam o fluxo de conhecimento e tecnologias entre universidades, instituições de pesquisa e desenvolvimento, empresas e mercado. Também facilitam a criação e o desenvolvimento de companhias de base tecnológica, por meio da incubação e de processos de spin-off (tecnologia que resulta de outras já existentes), bem como fornecem serviços de valor agregado junto com espaço físico e estrutura de alta qualidade e geram empregos qualificados e intensivos em conhecimento.

Justamente por reconhecer a importância dos parques tecnológicos para o desenvolvimento de Minas é que a Sectes, no âmbito do Programa Mineiro de Apoio a Parques Tecnológicos, apoiou a construção de centros de tecnologia pelo estado, com investimentos aproximados de R$ 65 milhões. Existem seis parques em Minas, sendo três em operação: Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-Tec), Parque Tecnológico de Viçosa (TecnoParq) e Parque Tecnológico de Itajubá (PCTI). Os outros três, que estão em fase de implantação, são o Parque Tecnológico de Lavras, o Parque Tecnológico de Juiz de Fora e o Parque Tecnológico de Uberaba.

Conheça um pouco dos parques tecnológicos que estão em operação em Minas Gerais e seus principais objetivos: http://revista.sucesuminas.org.br/revista/revista-inforuso-no-10/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.