Tudo sobre a recente queda dos apps: entenda os efeitos da paralisação do Facebook

No dia 4 de outubro de 2021, a queda dos apps Facebook, Instagram, WhatsApp e Messenger fizeram o universo digital parar e afetou usuários de todo o mundo por mais de 6 horas. 

Esta foi a paralisação mais longa do serviço já registrada e interrompeu a vida das pessoas, operações empresariais e o trabalho de profissionais que utilizam as redes como ferramenta de negócios. Além disso, a própria empresa sofreu danos significativos. Entenda como tudo ocorreu.

O que causou a queda dos apps

Em linhas gerais, os sistemas do Facebook (atual Meta), empresa de Mark Zuckerberg, pararam de se comunicar com a internet, como se todos os cabos de seus servidores tivessem sido desligados de uma só vez. 

De acordo com a empresa, mudanças de configuração nos roteadores de backbone (sistema responsável por interligar servidores a distância), que coordenam o tráfego de rede dos servidores do Facebook, causaram problemas que interromperam a comunicação. 

Entretanto, alguns especialistas investigaram o caso e, segundo a Ars Technica , falhas significativas de DNS foram encontradas no Facebook. A sigla do sistema significa Domain Name System. 

Eles são os responsáveis por localizar e traduzir os endereços dos sites que digitamos nos navegadores em números de IP. Sem um DNS, um computador basicamente não sabe como acessar os servidores dos sites buscados. 

Interrupções na área de tecnologia podem acontecer em qualquer organização, mas ter tantos aplicativos da maior empresa de mídia social do mundo apagando ao mesmo tempo foi uma ocorrência muito fora da curva e que afetou milhares de pessoas. 

Quais foram os efeitos da paralisação da empresa de Mark Zuckerberg 

Tanto o Facebook quanto os outros serviços da empresa de Mark Zuckerberg tornaram-se essenciais para empresas e pessoas, com serviços de mensagens, transmissão ao vivo, realidade virtual e muitos outros. 

Para os usuários, ficar sem acesso aos serviços do Facebook era apenas um inconveniente. Porém, para algumas empresas, especialmente as pequenas, foi um problema sério.

No Brasil, donos de pequenas empresas, empreendedores digitais e as pessoas que migraram os negócios para o digital em decorrência da pandemia, relatam que tiveram prejuízos significativos

Além da comunicação, muitas organizações utilizam as mídias sociais do Facebook para realizar ações de marketing e fechar negócios. Além disso, algumas organizações, cujas equipes ainda trabalham em home office, ficaram sem comunicação, pois utilizam o WhatsApp como canal para este objetivo. 

Além do campo corporativo, os streamers, gamers e influenciadores tiveram que parar seus trabalhos com a queda dos apps. Já as pessoas que usam as mídias para interação tiveram que migrar para o Tik Tok, Twitter e Telegram, para se conectar com o mundo digital. 

Danos para empresa de Mark Zuckerberg

A empresa também foi afetada em sua receita e no preço das ações, pois a paralisação fez com que os anúncios não fossem veiculados por mais de seis horas em suas plataformas.

De acordo com especialistas, a ocorrência pode ter tirado cerca de 6 bilhões de dólares da riqueza pessoal de Zuckerberg, com suas ações caindo quase 5%.

Além disso, funcionários do Facebook não conseguiram entrar no prédio da empresa para resolver o problema, pois seus crachás precisavam se conectar com os servidores da organização para liberar o acesso. 

O Facebook é a maior empresa de mídias sociais do mundo e conta com mais de 30 milhões de usuários. Esta paralisação foi uma amostra de como os serviços digitais impactam os negócios no mundo inteiro e o comportamento da sociedade de forma geral. 

A Sucesu Minas é a mais relevante e atuante sociedade de tecnologia de Minas Gerais. Há mais de 50 anos, fomentamos o mercado mineiro com as melhores práticas globais do setor, incluindo as iniciativas públicas e privadas, apoiando iniciativas científicas.

São mais de 50 ações anualmente, com o objetivo de discutir os assuntos pertinentes à tecnologia, criando debates e troca de experiências.

Você ainda não é um associado? Faça parte da maior comunidade de empresas e profissionais de Tecnologia e Inovação de Minas Gerais e tenha benefícios exclusivos! Saiba mais clicando aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.